Logo

MEC lança programa Instituição Amiga do Empreendedor

Assessoria de Comunicação Social/MEC | 09.08.2017 | 09:00

Com a proposta de fomentar a qualificação e a profissionalização de micro e pequenos empresários, o MEC, em parceria com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), lança nesta quarta-feira, 9, o programa Instituição Amiga do Empreendedor (IAE). A iniciativa conta com a adesão inicial de dez instituições de ensino superior públicas e privadas.

O IAE é coordenado por um grupo interinstitucional, formado por representantes da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do MEC e da Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa (Sempe) do Mdic. Conta, ainda, com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), do Conselho Federal de Administração (CFA), do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e das instituições de ensino superior.

O secretário de Educação Superior do MEC, Paulo Barone, explica como vai funcionar o programa: “Nós vamos trabalhar na adesão das instituições e mobilizando professores e alunos dos cursos de administração, gestão e ciências contábeis para promover a tão necessária capacitação aos empreendedores e potenciais empreendedores, micro e pequenos empresários, artesãos e demais pessoas da sociedade interessadas em empreender e que necessitam de conhecimento e formação nesta área”.

Deste modo, o IAE nasce com o objetivo de criar espaços, dentro das instituições de educação superior, para a promoção de atividades de orientação, capacitação e assistência gerencial. É uma ação da qual participam os estudantes, que, supervisionados pelos professores, poderão oferecer essas consultorias. Uma vez criado, o espaço do empreendedor, a depender da instituição, poderá atuar nas temáticas de empreendedorismo, mercado, modelo de negócio, legislação, finanças e gestão.

Metas – A expectativa é que tanto empreendedores quanto estudantes possam ampliar habilidades e conhecimentos de maneira a aumentar o índice de sucesso e sobrevivência dos pequenos negócios e a geração de riqueza. Também faz parte das metas aprimorar o perfil empreendedor e o ato de empreender; reduzir e mitigar os riscos; promover os atributos pessoais e competências interdisciplinares como criatividade, espírito de iniciativa, aceitação de risco, e autoconfiança e independência; e contribuir para a geração de conhecimento.

As instituições filiadas ao programa receberão o “Selo Faculdade Amiga do Empreendedor”. Segundo Paulo Barone, o MEC tem estudado a viabilidade de um bônus regulatório na avaliação, por parte das participantes e dos cursos vinculados. Uma nova chamada para adesão de novas instituições deverá ser aberta em outubro.

Conecte-se

com ANUP

Redes Sociais

Brasília-DF

Tel: +55 61 3248.3091
faleconosco@anup.org.br

Visite as redes sociais da ANUP